away you
Não pode chover o tempo todo. O céu não pode cair para sempre. E embora a noite pareça longa, suas lágrimas não podem cair para sempre.
O Corvo.  (via nobroke)
Acorda:
a corda sempre arrebenta
pro lado de quem sonha.
Eu me chamo Antônio.   (via surflexx)

(Fonte: distanciarei)

Porque ela é impossível, que novinha terrível. Pra romance é off pra balada é disponível.

Era por volta da meia noite, achei um chip antigo meio riscado no fundo da minha gaveta, resolvi testar pra ver se ainda prestava pra alguma coisa, e pra minha surpresa ele funcionava muito bem. Comecei a vasculhar a memória e achei uma sms que tinha ficado salva, e li algo muito curioso, era de 2010, e lá dizia: “Saiba que indepente de qualquer coisa, eu estarei ai do seu lado te protegendo.” Dois anos se passaram desde então, e a pessoa que me mandou essa mensagem simplesmente sumiu da minha vida. E não era que o maldito chip prestava mesmo? Prestava pra me fazer lembrar que promessas escritas viram memórias abandonadas num piscar de olhos.
Sean Wilhelm.   (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

(Fonte: deploravel)

Um dia seus olhares se cruzam. Você sente uma coisa que nunca sentiu. Seu coração acelera. Seu corpo arrepia. Seu olhar ilumina. Sua boca fica seca. Sua barriga sente um frio interminável. Borboletas dançam uma dança bonita no seu estômago. O mundo de repente para por um segundo. E você pensa oi, sorte.
Clarissa Corrêa. (via autorias)

(Fonte: cher-la-vie)

É que o amor muitas vezes é isso; você sabe que vai sofrer, que vai chorar e sentir dor, mas você insiste naquilo por saber que um único minuto ao lado daquela pessoa é capaz de fazer todo aquele sofrimento valer à pena.
Ana Luiza Assunção. (via quase-heroi)

(Fonte: introspectou)

Aprendi que o artista não vê apenas. Ele tem visões. A visão vem acompanhada de loucuras, de coisinhas à toa, de fantasias, de peraltagens. Eu vejo pouco. Uso mais ter visões. Nas visões vêm as imagens, todas as transfigurações. O poeta humaniza as coisas, o tempo, o vento. As coisas, como estão no mundo, de tanto vê-las nos dão tédio. Temos que arrumar novos comportamentos para as coisas. E a visão nos socorre desse mesmal.
Manoel de Barros. (via cuidei)

(Fonte: oxigenio-dapalavra)